Na década de 70, quando o êxodo rural foi se consolidando no Brasil, Piumhi ganhava ares de desenvolvimento urbano, mas como recordamos pelas páginas do jornal Alto S. Francisco, a pujança econômica do município se firmava com o amor do seu povo pela terra, traduzido através do ruralismo que continua como pilar financeiro da cidade através da segunda e terceira gerações.