Ex-diário impresso, Lance é vendido por R$ 25 milhões

Com tiragem de até 150 mil exemplares no início dos anos 2000 — entre os 10 maiores do país —, com edições até mesmo regionais (São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte), o Lance! deixou de circular em sua versão impressa em 21 de março de 2020. A interrupção seria inicialmente por duas semanas, até que as restrições de circulação fossem flexibilizadas. Mas até então permaneceu apenas via site, com 19 milhões de vistas em julho.

A divisão digital do jornal, fundado em 1997 em formato tabloide e todo em cores pelo empresário Wálter de Mattos Júnior, está em recuperação judicial e foi vendido por R$ 25 milhões para o investidor Gustavo Agostini, informa Ancelmo Gois, do GLOBO.

A negociação foi oficializada nesta terça-feira, 1.